Páginas

15/12/2017




Sonhos de avó!

Te prometo meu neto, deitar com você na grama, contar sobre os seres das estrelas, falar sobre os pássaros e ensiná-lo a cantar!
Prometo, que rodarei peão e voarei com você nas bolhas de sabão, que sopraremos ao cair da tarde.
Prometo, embalá-lo em meus braços, cantando cantigas de ninar e sonhando acordada com você, com as fadas que habitam nosso jardim.
Prometo te ensinar a rezar, e prometo mais, nunca te falar sobre religião, mas te mostrarei os caminhos da fé mais livre e profunda.
Prometo ser exemplo e com ele, ensinar que somos todos iguais.
Prometo dançar com você na lua, pegar jacarés nas ondas do mar e nadar feito peixe pelas águas da vida.
Prometo viver e criar encantamentos, só pra seu riso brilhar, como brilha a via láctea.
Prometo tomar banho de chuva, dançando na lama e gargalhando pra vida.
Prometo mostrar as estrelas cadentes e pegar carona nas caudas dos cometas.
Prometo ter sempre colo nas suas dores e medos e prometo ensinar você a superar todos eles.
Prometo te ensinar sobre as matas, te ajudar a subir em árvores para as frutas do quintal, comer sentado em algum galho, qual pássaro que descansa do vôo.
Prometo ensinar você a voar.
Prometo que em nossos momentos tranquilos, regados a mate, contar sobre seu avô e sobre todos nossos ancestrais.
Prometo contar as histórias que minha mãe me contava e a ensinar você a amá-la, mesmo que ela não mais esteja por aqui.
Prometo fazer bolos, prometo chupar sorvete e me lambuzar com você!
Prometo ensinar sobre a vida, mostrar os caminhos e ajudar a fortalecer seu intento, mas prometo não escrever sua história. Ela é sua.
Prometo a ensinar sobre as teias, que nos ligam a outras teias e que isso tece, o tecido de nossas existências.
Prometo ser a avó que eu tive, talvez mais atenta e consciente, mas prometo te levar em meu coração, por todas as estradas que eu trilhar e ajudar seu coração a ser a grandiosidade que veio pra Ser.
Prometo meu neto, que seu nome será cantado em todas as direções que eu for, para que o vento sopre teu nome e que todos os seres te reconheçam. Gael, o protegido.
Prometo te amar sobre todas as coisas, como avó que recebe presente divino, e ter você e aprender a ser avó, com sua presença na minha existência.
Sou sua aprendiz, me faça a avó que você deseja ter!
Te amo!

Rose Kareemi Ponce
vovó

13/12/2017






Medicina/veneno/estado alterado de consciência/vício....

Estamos vendo no mundo do tão falado "xamanismo" uma questão controversa sobre as medicinas dos povos originários, as cerimônias e uma moçada dentro do "oba oba da nova era" e isso tem feito cada vez mais "vítimas".
Muitas pessoas dentro da sua falta de estudo e aprofundamento nas medicinas e seus fundamentos,  pensam que xamanismo é as medicinas que se tomam em alguns ritos cerimoniais, vivem buscando formas de ficar em estado alterado de consciência muitas vezes consumindo elementos sem nenhum fundamento cerimonial, na busca incessante por uma nova viagem, uma nova sensação que os tirem de seus centros numa busca desenfreada pelo auto-conhecimento.
O que muitas dessas pessoas não percebem é que muitas vezes essa busca e esse mergulho é apenas desculpa da mente para não encarar a si próprio, não se olhar no espelho da verdade de quem se é, e isso apenas os mantém na zona de conforto.
Ficam o dia todo buscando formas de estar em outra frequencia, mas não buscam mudar padrões de comportamentos para que essa frequencia muitas vezes atingidas usando psicotrópicos, seja mantida de forma consciente.
Usam ervas, cogumelos e tantas outras coisas, apenas para não encarar sua realidade de frente, olhando nos olhos do espelho de sua alma.
Xamanismo, é uma escolha de caminho, uma forma de caminhar consciente e uma auto responsabilidade. Uma busca pela impecabilidade, não um uso desenfreado de medicinas sem que se busque fundamentos e ainda com as medicinas, nada é real se não mudamos nossos paradigmas, dogmas e nossa forma de caminhar sobre esse planeta e como tratamos os seres vivos que aqui compartilham a vida conosco.
Xamanismo não é medicina.
Xamanismo é auto conhecimento.
Xamanismo é a coragem de deixar de ser quem se pensa, pra ser quem realmente se é.
Xamanismo é RESPEITO, por tudo e todas as formas de vida.
Ficar buscando estados alterados da consciência com a desculpa de "encontrar com as sombras", "reconhecer suas sombras" mas, viver abraçado com elas nessa busca pelo "sair de si" o tempo todo, é tão venenoso quanto ficar na ignorância pensando que se se é doutor no assunto, o que alias tem sido um comportamento muito comum nos dias de hoje, ignorantes doutores e doutores com dúvidas, pois o saber não nos dá certezas, apenas amplia a visão do mundo, o que nos faz cada vez mais buscar conhecimento.
Há formas de estados alterados sem o uso das beberagens, há respirações que nos fazem entrar em outras "dimensões", dentro de nós mesmos.
As bebidas, as ervas, os rezos, os cantos e danças de nada valem, se não temos em nós o comprometimento da mudança interna.
As bebidas pelas bebidas só são uma forma de se drogar com a desculpa do sagrado.
Precisamos da consciência da nova era, das atitudes da nova era que passa inclusive e principalmente com a capacidade de ouvir nossos anciões e sua sabedoria, abaixar a cabeça quando estamos equivocados, saber seguir em humildade e amar ao próximo como a ti mesmo.
O resto.........é apenas oba oba da nova era.

Rose Kareemi Ponce

06/12/2017








Às aspirantes à curandeira

As dores dos abusos só cessam quando somos acolhidas e ouvidas.
Não ter paciência para ouvir a história da outra com amor é dizer: não me importo com você.
Não queira ser curandeira, se não há paciência.
Não queira ser curandeira, sem acolhimento.
Não queira ser curandeira, sem saber ouvir.
Não queira ser curandeira, se teus braços estão fechados para o abraço.
Não queira ser curandeira, se não há dentro, espaço para cura, inclusive e principalmente, da sua impaciência e das suas próprias dores!
Eu te curo, quando me curo. Eu me curo, quando te curo!


Rose Kareemi Ponce

04/12/2017







Vivemos em um tempo, sem tempo para ter tempo...sem tempo para dar um tempo. Sem tempo para termos tempo.
Vivemos em um tempo, em que a pressa é movida não mais pelo tic tac dos relógios mas, pela frenética necessidade de controle do tempo, que sequer temos.
Vivemos num tempo onde respostas precisam ser mais rápidas, muitas vezes do que a própria mensagem, que ligar para quem se ama é perda de tempo e somente temos tempo para perdê-lo em aplicativos para controlar nosso tempo.
O tempo que passa, sem tempo para olhar as flores que brotam, para ouvir o canto dos pássaros, para viver o tempo do agora.
O tempo que escorre por entre os dedos e que é contado pela quantidade de atribuições que se tem e que se perde, no tempo que foi e já não volta mais.
Vivemos em um tempo, onde o tempo de ser se perde no caminho do tempo de ter.
Vivemos em um tempo, onde o "meu" tempo vale mais do que o tempo do "outro". E perdemos tempo competindo.
O tempo esse senhor de cara amarrada, nem sabe mais o tempo das coisas, só corre trecho, sem tempo para respirar....
Vivemos em um tempo, onde o tempo de amar perdeu tempo e se perdeu no mar do excesso de tempo, sem tempo pra vida!


Rose Kareemi Ponce

27/11/2017






Sobre o Despertar das Almas Benzedeiras

Nosso intento não é dar curso nem mesmo ensinar a rezar.
Nosso intento é a conscientização das pessoas, independente de gênero, a responsabilidade sobre nosso falar, sentir e agir.
Nosso intento é Despertar em cada coração o desejo de Ser a benção na vida do irmão e a assumir a auto responsabilidade sobre o que acontece no mundo, macro e micro.
Nosso intento é realizar o sonho da: "não religião", do "acolhimento", do "estender as mãos", do "ser a ajuda" que tanto esperamos e a ação viva, repleta de energia vital de amor para que curemos os corações e as almas que caminham desatentas pelo mundo.
Nosso intento é manter viva a sabedoria do ensinar pelo exemplo e de usar o verbo para o bendizer, tornar o outro sagrado através do nosso desejo de envolvê-lo em amor incondicional, ou seja, sem rótulos e etiquetas.
Nosso intento é que todos percebam onde estão e como podem ser úteis verdadeiramente e como, através do amor, podemos promover a cura de todos os males na sociedade, principalmente o mal da exclusão, da maledicência, do preconceito e do julgamento.
Nosso intento é promover o amor a todos os povos, crenças, cores, gêneros.
Nosso intento é para que possamos sair da fala e tornarmos o amor exatamente aquilo que ele nasceu pra ser: VERBO, portanto, AÇÃO.
Esse é o intento do Despertar das Almas Benzedeiras, o de promover a PAZ e a CONSCIENTIZAÇÃO de TODOS, por TODOS E para TODOS!
Nosso intento é Despertar pessoas que se importam com pessoas para serem disponíveis amorosamente a mais e mais pessoas!


Rose Kareemi Ponce